Category Archive Notícias

Painéis Fotovoltaicos low cost? O que ter em conta antes de comprar.

O mercado da energia solar fotovoltaica está novamente com bastante crescimento, isto deve-se à publicação nos finais de 2014 do Decreto Lei que regulamenta as instalações fotovoltaicas em regime de autoconsumo. Após a publicação do DL 153/2014 têm surgido muitas empresas a instalar sistemas fotovoltaicos para próprio consumo. Com o aparecimento de novas empresas instaladoras, por vezes aparecem também algumas em que qualidade dos materiais aplicados e instalação executada é deixada um pouco de parte, tendo como seu único foco o preço final apresentado ao cliente.

Nesse sentido apresentamos de seguida alguns aspectos a ter em conta quando estamos a analisar duas propostas concorrentes.

Quando se está a analisar duas propostas concorrentes com o mesmo número de equipamentos em que uma é bastante mais baixa economicamente que a outra, um dos pontos onde pode estar a grande diferença esta na qualidade dos painéis fotovoltaicos.

Nesse sentido, vamos analisar de seguida quais os pontos a ter em conta na escolha de módulos fotovoltaicos.

# 1 – Se comprar um painel solar mais barato será que ele vai funcionar correctamente?

Bem, a resposta não é simples, talvez sim e talvez não. Desenvolvemos um pouco para entender:

Painéis solares de baixo custo existem muitos no mercado, mas entre todos, muito poucos são de qualidade suficiente.

Nesse sentido devemos considerar os seguintes aspecto fundamentais:

Um painel solar deve ser construído para durar no mínimo 25 anos. Pelo menos é o que está estipulado na garantia padrão de quase todas as marcas existentes no mercado, mas, na verdade, um painel solar pode produzir energia até 40 anos sem problemas, desde que a sua qualidade construtiva assim o permita.

A cada ano que passa, um painel solar padrão geralmente tem uma perda rendimento em torno dos 0,7%, ou seja, depois de 25 anos estariá a produzir 17% menos do que quando era novo.

No entanto, não se pode esquecer que um painel solar está exposto à intempérie todos os dias durante a sua vida, isto é, exposto ao tempo (sol, chuva, neve, granizo …) no mínimo durante 25 anos.

# 2 – O que acontece com a garantia de um painel solar?

Esta é provavelmente a grande questão e a razão pela qual se deve pensar com muito cuidado em que painel fotovoltaico é que se vai investir o seu dinheiro.

Como mencionado em #1, um painel vai funcionar no mínimo 25 anos e em condições climatéricas adversas. É importante que o fabricante escolhido tenha boas referências e bastantes anos no sector, pois caso seja necessário activar a garantia, devemos tentar minimizar as hipóteses de encontra o fabricante.

# 3 – Quais as avarias que poderão surgir num painel solar barato?

Os problemas são diversos, mas os mais comuns são:

– Aparecimento de hot spots, ou “hotspots” ou pontos quentes devido à baixa qualidade da célula solar, tendo como consequência a médio prazo, a destruição do painel solar.

– Destruição do Filme de Tedlar® do painel solar (parte de trás do painel solar) devido a um ponto quente. Também isto faz com que o painel solar acabe inutilizado.

 

– Delaminação das células do painel solar. Este defeito é provocado no momento da produção do painel fotovoltaico, ficando este inutilizável passado algum tempo. Isto acontece com muita frequência com fabricantes asiáticos de média-baixa qualidade. O processo de laminação do painel requer um bom tempo de espera e em muitos casos esses fabricantes tendem a encurtá-lo para aumentar assim a produção, causando problemas funcionamento que mais tarde.

 

– Amarelecimento da EVA. Este defeito é muito comum em painéis fotovoltaicos baratos de Asiático. O EVA utilizado nestes casos é de muito má qualidade o que provoca uma perda de produção do painel solar com o passar do tempo.

– Soldas defeituosas. Por vezes acontece que durante o processo de soldadura do painel ocorrer variações de temperaturas de soldagem, e até mesmo a falta de estanho durante a soldadura, isto provoca o aparecimento de um ponto quente e consequente falha do painel, levando a sua inutilização.

 

– Outros  defeitos...

Legenda: (a) módulo com delaminação, (b) módulo com bolhas de ar, (c) célula partida
detetado por eletroluminescência e (d) módulo com vidro partido.

# 4 – Conclusão:

Existem muitos fabricantes no sector com painéis solares de alta qualidade, como por exemplo, SolarWorld, SunPower, SHARP, REC, LG, Panasonic, etc…, nesse sentido apenas tem que encontrar aquele que melhor se adapte ao seu projecto fotovoltaico e à sua disponibilidade financeira.

Conheça as nossas soluções de autoconsumo fotovoltaico:

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Viste a nossa loja online!

Seguidores solares – A aposta dos grandes consumidores de energia

Um seguidor solar fotovoltaico é um dispositivo que orienta os módulos fotovoltaicos (painel solar) de uma instalação fotovoltaica na direção da luz solar por forma a captar mais energia solar.

Por outras palavras, um seguidor solar não faz mais do que diminuir o ângulo de incidência entre os raios solares e o painel solar, aumentando desta forma a eficiência da produção de energia solar. Ou seja, o seguidor solar altera por várias vezes ao dia a posição dos seus painéis solares, seguindo aposição do solar de modo a aumentar a produção de energia solar proveniente do sistema fotovoltaico.
Vantagens dos seguidores solares fotovoltaicos

Falando de uma forma muito generalizada, comparando com um sistema solar fixo, um sistema de com um seguidor solar consegue aumentar a sua produção em cerca de 50% na época de verão e em cerca de 20% na época de inverno.

Esta conclusão é facilmente percebida pelo que já foi dito anteriormente, uma vez que, com um seguidor solar, cada painel solar vai conseguir ter mais tempo de luz solar direta e consequentemente um aumento de produção de energia solar. Veja o gráfico para perceber melhor:

Outra vantagem deste tipo de sistemas é o facto de ser necessário menos espaço para gerar a mesma quantidade de energia. Tendo em conta que um sistema com seguidor solar consegue ter um aumento de captação solar na ordem dos 20% a 50% em comparação com os sistemas fixos, logo um sistema com seguidor solar vai necessitar de menos painéis solares do que um sistema fixo sem seguidor solar, e por consequência, vai necessitar de menos espaço de instalação.

Outra vantagem muito importante é o facto de um sistema com seguidor solar conseguir entregar sua potência máxima de forma mais uniforme ao longo do dia.

Seguidor Solar em Sistemas de Autoconsumo.

Como vimos anteriormente, um sistema com seguidor solar é o único que consegue produzir uma potência praticamente uniforme ao longo do dia com o mínimo desperdício de espaço.

Os seguidores solares são a solução indicada para consumidores com reduzido espaço para as suas necessidades energéticas de produção de energia e que possuam consumos elevados e constantes ao longo do dia de energia, como é o caso de habitações com grandes consumos em climatização e grupos de circulação hidráulica. Com este tipo de sistemas é possível optimizar a produção de energia em períodos em que a tarifa de compra de energia é menos vantajosa e minimizar a energia injectada na rede publica, tornando assim este sistema economicamente viável.

Um correcto dimensionamento do sistema, tendo em consideração os valores actuais de compra de energia em hora de cheio e ponta, é possível alcançar tempos de retorno de investimento de aproximadamente 4 a 5 anos.

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Instalação de autoconsumo com baterias

Trilhos Energéticos, empresa instaladora na área das energias renováveis em Portugal, concluiu há poucos dias mais uma instalação de uma Unidade de Autoconsumo constituída por 14 painéis fotovoltaicos de 260Wp numa vivenda unifamiliar na Zona de Coimbra composta por equipamentos da marca SMA e LG. Nesse sentido estima-se que com a instalação destes equipamentos na moradia em causa seja possível alcançar uma redução anual de energia entre 70% a 90%.

 

O sistema instalado nesta unidade de produção de energia para autoconsumo é composto por um inversor  fotovoltaico monofásico de 4 kW, por um inversor de baterias de 3kW e por uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de acumulação de 6.5kWh da marca de referência de mercado LG.

Este sistema conta também com um sistema de monitorização completa, podendo assim monitorizar o consumo energético instantâneo como a produção fotovoltaica. Com a informação obtida da plataforma é possível optimizar ao máximo o consumo de energia da habitação.

Modo de Funcionamento:

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Instalação de 55 painéis para autoconsumo em restaurante de Penacova

A TRILHOS ENERGÉTICOS, acaba de instalar uma Unidade de Produção em Autoconsumo (UPAC) no Restaurante Leitão do Aires, em Penacova. A UPAC é constituída por 55 painéis fotovoltaicos de 260W para produção de energia elétrica a partir do sol para autoconsumo, com venda do excedente de produção à rede elétrica.

Com este investimento, o restaurante de Penacova irá garantir uma poupança anual na ordem dos 4.700€, bem como ajudar o ambiente, na medida em que irá evitar 10 toneladas de CO2 por ano. Este projecto tem um retorno de investimento estimado de aproximadamente 4 anos, sendo que ira gerar um poupança com a compra de electricidade após 20 anos aproximadamente  130.000 EUR.

Estes sistemas de poupança energética são altamente rentáveis no sector da restauração e serão cada vez mais uma realidade em na maioria dos restaurante a nível nacional, tendo em conta que os restaurantes são espaços com bastante consumo energético, sobretudo nos períodos em que há mais sol e a energia é mais cara,  isto é nos períodos de cheia e ponta.

Galeria

iPhone - Foto 2017-01-12 14_17_32 iPhone - Foto 2017-01-12 14_17_20

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Trilhos Energéticos instala sistema inovador em Portugal

Trilhos Energéticos, empresa instaladora na área das energias renováveis em Portugal, concluiu há poucos dias a instalação de uma Unidade de Autoconsumo constituída por 14 painéis fotovoltaicos de 260Wp numa vivenda unifamiliar no Porto composta por equipamentos da marca Fronius e Luxor. Nesse sentido estima-se que com a instalação destes equipamentos na moradia em causa seja possível alcançar uma poupança anual de energia estimada de aproximadamente 1.200 €/Ano.

O sistema instalado nesta unidade de produção de energia para autoconsumo é composto por um inversor trifásico de 4 kW e por uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de acumulação de 4.5 kWh da marca de referência de mercado Fronius.

Este sistema conta também com um sistema de monitorização completa, podendo assim monitorizar tanto o consumo instantâneo da casa, como a produção fotovoltaica. Com a informação retirada da plataforma é possível optimizar ao máximo o consumo de energia da habitação.

Modo de Funcionamento

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Instalação de solução de autoconsumo com painéis mais eficientes do mercado

Trilhos Energéticos instala solução de autoconsumo em seguidor solar com módulos fotovoltaicos mais eficientes do mercado.

A Trilhos Energéticos concluiu recentemente a instalação de um seguidor solar com 30 módulos fotovoltaicos LG LG NeON 2 BiFacial de 300W, em cliente particular no Concelho da Covilhã. Prevê-se que a instalação produza anualmente 17 000kWh, poupando cerca de €3700 em igual período ao substituir consumo da rede eléctrica por energia de produção própria, uma significativa redução da sua fatura energética, e das emissões de CO₂.

O sistema instalado pode proporcionar um pico de produção de 11 100W graças ao alto rendimento que os painéis bifaciais podem atingir. Os novos módulos LG NEON2 Bifaciais são capazes de produzir até 27,3% mais energia do que os módulos convencionais, uma vez que, possuem células fotovoltaicas tanto a parte da frente como a parte de trás das células, sendo estes apropriados especialmente para o aproveitamento de espaços limitados (exemplo disso é o seguidor solar agora instalado que permite colocar um máximo de 30 módulos).

 

O seguidor solar de dois eixos permite também um aumento de produção de até 35% que, aliadas à sua fiabilidade e baixa necessidade de manutenção fizeram desta uma opção vencedora. O efeito final na integração com a arquitectura envolvente foi também uma mais-valia na opção por esta solução.

 

 

A procura tem aumentado por particulares e empresas dos mais variados sectores de actividade para a produção de energia para consumo próprio, uma vez que permitem poupanças significativas na fatura eléctrica.

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Trilhos Energéticos em destaque na revista BIZMIX

Mais uma vez a Trilhos Energéticos -Soluções Sustentareis, LDA vê o seu trabalho reconhecido por mais um meio de comunicação Nacional, desta vez na edição 27 da revista BIZMIX, Formação, Negócios e Inovação.  Entrevista de Tiago Antunes, director-geral da Trilhos Energéticos – Soluções Sustentáveis :

“A empresa TRILHOS ENERGÉTICOS, tem como principal objectivo dar reposta às necessidades dos seus clientes através do aproveitamento das energias renováveis diminuindo a dependência da utilização de combustíveis fósseis” . 

BIZMIX: Quando surgiu e porquê?

TIAGO ANTUNES: A Trilhos Energéticos surgiu em finais de 2013 pelas minhas mãos um apaixonado pelas novas tecnologias e energias renováveis. Possuo o mestrado em engenharia do ambiente com especialização em tecnologia e gestão do ambiente. Começamos por admitir na equipa um engenheiro electrotécnico, uma vez para que compor toda a minha formação base seria de todo necessário a componente técnica de electrotecnia.

Sabendo à partida que havia movimentações, quer na Europa, quer em Portugal para a nova lei do autoconsumo, começámos a focar-nos exclusivamente neste serviço.

Detectamos a produção de energia para autoconsumo uma oportunidade de negócio que até ao momento não seria possível, uma vez, que toda a energia produzida seria para venda à rede. Os equipamentos já existiam apesar de estarem constantemente a ser actualizados e modernizados, esta nova realidade de ligação dos equipamentos à rede foi a directriz base para a criação da Trilhos Energéticos. Foi apenas uma questão de tempo até o novo enquadramento legal ser publicado o que veio aconteceu no final de 2014.

Sabia à partida que não ia ser fácil: uma empresa nova, sem nome no mercado, mas com trabalho e persistência, fomos crescendo.

BIZMIX: Fale-nos dos Serviços.

TIAGO ANTUNES: Os nossos serviços baseiam-se essencialmente na produção de energia através sistemas solares fotovoltaicos e eólicos para autoconsumo, bem como na aplicação de painéis solares para aquecimento de águas e bombagem de água.

Uma área importante do nosso campo de acção é a eficiência energética. As soluções a aplicar em cada cliente são ajustadas à sua realidade e às suas necessidades energéticas.

Para as múltiplas necessidades, temos de ser capazes de dar respostas ao cliente. Por exemplo para a produção de energia (sem acumulação) para clientes residenciais (abaixo 1500W) a solução é mais simples, uma vez que, com base nas suas facturas energéticas já temos as soluções parametrizadas. Para clientes residenciais com grandes consumos, empresas e organismos públicos teremos de efectuar uma análise de consumos energéticos através da medição durante um determinado período de tempo de forma a verificar o perfil de consumo. Posteriormente será efectuada uma análise e indicada a solução de forma que toda a energia produzida seja consumida.

Outro serviço em que estamos a focarnos neste momento, e que também representa uma grande percentagem do nosso trabalho, é a produção de energia com acumulação em baterias, ou seja, produzimos energia através dos módulos fotovoltaicos ou sistemas eólicos e acumulamos essa produção em baterias, sendo a energia acumulada utlizada em períodos de menor produção.

Podemos destacar em algumas obras já realizadas. Na Serra da Lousã, por exemplo, efectuamos a instalação de um sistema solar fotovoltaico em 6 habitações de uma aldeia. O sistema instalado permite acumular a energia suficiente para alimentar os consumos das habitações, sendo que quando os consumos são superiores à energia produzida e acumulada tem a rede eléctrica a apoiar o sistema. Nos Açores, na ilha do Faial, instalamos um sistemas hibrido de produção de energia através de uma solução solar fotovoltaica e eólica, onde o nosso sistema não possui ligação à rede pública tornando-o 100% autónomo em energia.

Outro serviço que também se enquadra no nosso campo de acção é a iluminação led e a climatização.

BIZMIX: O que diferencia a Trilhos? 

TIAGO ANTUNES: A área de energias renováveis está num ritmo de crescimento muito acentuado e a Trilhos Energéticos procura estar na vanguarda da tecnologia e oferecer as melhores soluções aos clientes. Como exemplo dessa evolução destacamos as baterias de lítio as quais já estamos aplicar. As diferenças relativamente às baterias convencionais são significativas sendo os ciclos de vida são bastante superiores e a percentagem de descarga da bateria na grande maioria atingir quase os 100%.

Estamos ainda a desenvolver uns novos produtos que iremos apresentar muito em breve, mas não podemos para já avançar muito mais.

BIZMIX: Quais as dificuldades?

TIAGO ANTUNES: Nova tecnologia: O facto de trabalharmos com tecnologia recente no mercado, corremos o risco de avarias ou problemas que não existem em soluções mais maduras. Toda a tecnologia tem sempre um grande risco associado e temos de estar preparados para lidar com ele.

O custo: para clientes residenciais tem, de facto, algum peso. Penso que neste aspecto, deve haver uma mudança de paradigma. Actualmente, as pessoas devem ver a aquisição destes equipamentos e serviços como uma poupança e não como um investimento. O problema está, muitas vezes, no facto de pensarem apenas custo inicial e não ponderarem correctamente custo/beneficio a médio-longo prazo. Infelizmente, detectamos no mercado existe muitas empresas preocupadas apenas com vendas em massa. Ao não efectuarem um adequado dimensionamento de forma a adequar a solução à necessidade energética do cliente vai provocar a sua insatisfação

Na execução da obra: Exigência na execução da obra, exigência no acompanhamento ao cliente, no pós-venda e rápida assistência técnica, são definições cruciais na nossa empresa.

BIZMIX: E o futuro?

TIAGO ANTUNES: O futuro é sempre uma incógnita. Temos que nos manter sempre atentos aos novos equipamentos, às novas leis. Tudo muda demasiado rápido e a capacidade de adaptação tem que ser, também, muito rápida. Queremos estar sempre na vanguarda da tecnologia e oferecer as melhores soluções aos clientes.

Em breve iremos avançar com a internacionalização da empresa ao entrar em mercados muito interessantes. Não podemos estar parados à espera que novas oportunidades surjam se nada fazemos para mudar essa realidade temos ser capazes de procurar essas mesmas oportunidades através dos mais diversos mecanismos.

BIZMIX: Que conselhos deixa aos nossos leitores?

TIAGO ANTUNES: Aconselhamos os leitores, residenciais e empresariais a ponderarem sempre a melhor solução, a não olharem apenas para a parte financeira, mas para a solução em termos de qualidade/preço e para a poupança que estar terá a médio-longo prazo.

Pode consultar a entrevista aqui

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Unidade de autoconsumo instalada nos Açores torna restaurante 100% autónomo!

A Trilhos Energéticos instalou recentemente na Freguesia de Castelo Branco, concelho da Horta na  Ilha do Faial – Região Autónoma dos Açores um sistema hibrido fotovoltaico e eólico sem ligação à rede pública em restaurante tornando-o 100% autónomo em energia.

O sistema instalado permite ao novo Restaurante “Campo dos Sabores” atingir o objetivo da construção e exploração de um restaurante ecologicamente sustentável, utilizando ao máximo os recursos naturais da própria quinta, minimizando assim a sua pegada ecológica.

Neste restaurante inserido numa zona de lazer dedicada ao Golfe e com uma vista soberba sobre o Oceano Atlântico e a Ilha do Pico será possível em breve encontrar uma carta com produtos 100% regionais e biológicos, desde produtos hortícolas até a carme bovina maioria produzidos na própria quinta.

A unidade de autoconsumo instalada é constituída por 24 módulos fotovoltaicos de 250Wp e uma turbina eólica Omniflow 3.8 com uma potência 3kWp com a acumulação da energia produzida em baterias OPZS 2V e um inversor off-grid de 10kVA. Este sistema está apoiado por um gerador de emergência com arranque automático.

Com o objectivo de minimizar ao máximo a pegada ecológica do empreendimento foi ainda instalado um sistema solar térmico termossifão de 300 litros para a produção de águas quentes sanitárias, reduzindo assim ao máximo também a utilização de combustíveis fosseis.

Com a instalação deste sistema inovador a Trilhos Energéticos deu mais um pequeno passo no seu grande objectivo, ajudar a minimizar os impactes ambientais relacionados com a produção e consumo de energia.

Galeria

IMG_20160423_085613 IMG_20160421_162921 IMG_20160421_102517 IMG_20160420_091146

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Trilhos Energéticos parceira em projeto inédito de eficiência energética em Coimbra

Trilhos Energéticos parceira no Projeto Bairro A++ Norton de Matos em Coimbra

O principal objetivo deste projeto assenta em envolver toda a comunidade local em torno da temática da eficiência energética e bem-estar, através da disponibilização de equipamentos tecnológicos e serviços a preços competitivos. As empresas associadas ao projeto comprometem-se a por cada aquisição contribuir com 5% (valor indicativo) das poupanças geradas para um Fundo Comunitário.

O Projeto Bairro A++ visa também:

  • Incutir na população a necessidade de reduzir o consumo de energia elétrica;
  • A promoção de uma renovada dinâmica na economia local;
  • A dinamização de atividades focadas na eficiência de recursos e no bem-estar da população;
  • O estímulo à competitividade das empresas da região com o envolvimento da comunidade na promoção da economia de baixo carbono.
  • Um dos focos do projeto passa por devolver à comunidade do Bairro Norton de Matos uma parte das poupanças geradas pela implementação de medidas de eficiência energética, utilizando para tal os diversos acordos comerciais a estabelecer com parceiros tecnológicos que aceitem participar no programa.

Cada empresa e entidade parceira receberá um selo de participante que a irá identificar e distinguir das demais, como membros de uma comunidade verde. Será ainda incluída marca em todas as comunicações do projeto.

O Projeto Bairro A++ abrangerá também a implementação de um piloto demonstrador de tecnologia, associada às temáticas da Eficiência Energética e do bem-estar e a disponibilização de equipamentos e serviços da área.

Com o objetivo de devolver à comunidade parte das poupanças geradas pelo projeto, os parceiros tecnológicos e de serviços associados, contribuirão com 5% das poupanças geradas para um fundo comunitário.

As verbas recolhidas ao longo do Projeto Bairro A++ reverteram a favor da comunidade local, através de:

  • Reabilitação de espaços que possam servir a comunidade com serviços como o de aproximação da autarquia à população residente;
  • Atividades para a população seniores (p. ex.: atividades lúdicas e de promoção da saúde);
  • Reabilitação e melhoria de espaços comuns (p. ex.: jardins, parques infantis);
  • Pensando na saúde e bem-estar, melhoria da acessibilidade e mobilidade local
  • (p. ex.: rampas, elevadores);
  • Atividades educativas e extracurriculares para as escolas locais;
  • Organização de Plenários e Mesa Redonda para a comunidade em torno das temáticas importantes para o população local.

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

Trilhos Energéticos reconhecida como “Fronius Service Partner – FSP”

A Fronius reconheceu recentemente a qualidade técnica da Trilhos Energéticos, nomeando como”Fronius Service Partner” para Portugal, tornando-se assim parceiro oficial de manutenção de equipamentos Fronius Solar.

Com esta nova valência adquirida a Trilhos Energéticos torna-se especialista em inversores da marca Fronius sendo assim capaz de oferecer uma melhor manutenção e serviço nas instalações onde trabalha. Esta certificação possibilita a detecção de avarias, como as interpretar e como solucioná-las correctamente no local da instalação de forma reconhecida oficialmente pela Fronius, garantindo assim a não perda de garantia do fabricante em todos as intervenções realizadas a equipamentos Fronius.

Assim, a Trilhos Energeticos como Fronius Service Partner consegue garantir um melhor serviço aos seus clientes, permitindo que os mesmos trabalhem com as vantagens de um serviço técnico autorizado da Fronius Espanha.

Trilhos Energéticos lança campanha de autoconsumo mais eficiente do mercado

A Trilhos Energéticos, acaba de lançar de lançar a sua mais recente campanha de autoconsumo residencial para 2016, considerada a mais eficiente do mercado nacional (EFFICIENT+). Os equipamentos propostos garantem a máxima rentabilidade, uma vez que são constituídos pelos módulos fotovoltaicos dos mais eficientes do mercado (LG 300Wp) e pelos microinversores ENPHASE, que tem um maior rendimento energético quando comparados com a concorrência e estão preparados para a funcionar com baterias de Lítio num futuro bastante próximo.

 

Por outro lado com a instalação de um sistema comercializado pela Trilhos Energéticos tem a garantia da não ficar fidelizado durante 3 anos com a seu comercializador de energia eléctrica, podendo assim alterar o seu contrato de electricidade a qualquer instante.
Com o  lançamento da gama mais eficiente do mercado EFFICIENT+ a Trilhos Energéticos apresenta também a nova gama ECONOMIC, uma linha de produtos para autoconsumo mais económica. Está direccionada para os clientes que desejam um sistema fotovoltaico a um valor de mercado mais competitivo não esquecendo a qualidade dos equipamentos.

Com a aquisição de um sistema fotovoltaico para autoconsumo os nossos clientes vão deixar de estar tão vulneráveis aos aumentos sucessivos do preço da electricidade expectável para os próximos anos, tendo assim a possibilidade de adquirir um sistemas de autoconsumo de acordo com as suas necessidades energéticas, podendo produzir a totalidade da energia consumida durante o dia.

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

Visite a loja online!

Aldeia da serra da Lousã torna-se 100% autónoma da rede pública de energia

A Trilhos Energéticos instala sistema inovador permitindo que uma Aldeia Serrana da Lousã se torne independente da rede eléctrica.

A Trilhos Energéticos instalou recentemente um Sistema Solar Fotovoltaico Autónomo composto por 24 kW de inversão (equivalente a uma potência contratada de 24kVA e instalação trifásica de 8000W cada inversor), 24 módulos solares de 280Wp (7200W de potência máxima) e acumulação da energia produzida em excesso dos 24 módulos em baterias 2V com 34kWh de acumulação.

Esta instalação permite alimentar 6 habitações numa Aldeia Serrana da Lousã (Coimbra) possibilitando o controlo remoto (web, android e iOS) com a monitorização da produção fotovoltaica, tendo acesso online aos consumos energéticos das habitações, carga das baterias e a manutenção remota dos equipamentos.


Autoconsumo Fotovoltaico

Um sistema fotovoltaico para autoconsumo parte da premissa da obrigatoriedade de consumos durante as horas solares (produção do sistema fotovoltaico). Em ambiente residencial, na grande maioria das situações, os consumos são realizados de manhã e ao fim da tarde; ou seja, em contra-ciclo com a produção fotovoltaica.

Desta forma é necessário ter em consideração:
• A curva de consumo durante o período diurno;
• A eventual utilização de um sistema com baterias.

A avaliação da curva de consumo diurno irá permitir-nos definir, com exactidão, a dimensão do sistema fotovoltaico indicado ao caso específico.

Após se efectuar essa avaliação nas instalações em causa, constatou-se que o consumo diurno é insignificante e que os consumos são concentrados em horários ditos “fora da produção do sistema fotovoltaico”, por este motivo foi aconselhado ao cliente a instalação de baterias. Estas irão permitir armazenar energia eléctrica durante o dia para consumo posterior.
A utilização de sistemas com baterias tornará estas habitações totalmente independente do ponto de vista da energia eléctrica.


Sistema autónomo

Como vimos anteriormente os sistemas autónomos necessitam de acumular energia, visto que tem de ser compensado as diferenças existentes entre a produção de energia e a sua procura. Um sistema autónomo típico é composto pelos seguintes componentes: módulos fotovoltaico, regulador de carga, acumulador (baterias) e inversor. Na figura seguinte, pode-se observar um esquema exemplo de um sistema solar fotovoltaico autónomo.


 

Gallery

IMG_20151126_163606 IMG_20151126_153452_2 IMG_20151126_153317 IMG_20151126_151948

Necessita de mais informações ou ajuda no dimensionamento adequado às suas necessidades. Contacte-nos!

  Visite a loja online!

English EN Português PT Español ES